Fatores de risco para o desenvolvimento e progressão da Covid-19 em crianças

Fatores de risco para o desenvolvimento e progressão da Covid-19 em crianças

Um estudo de caso-controle retrospectivo publicado no Pediatric Infectious Disease Journal avaliou fatores de risco associados ao desenvolvimento e progressão da doença do novo coronavírus (Covid-19) em pediatria.

Covid-19 em crianças
O estudo foi realizado em crianças com infecção por SARS-CoV-2 no Hospital Infantil de Wuhan, que era um centro designado para quarentena e tratamento da Covid-19. Os pesquisadores revisaram os prontuários médicos de crianças hospitalizadas na enfermaria geral e na Unidade de Terapia Intensiva Pediátrica (UTIP) entre 25 de janeiro e 8 de março de 2020. Todas as crianças incluídas foram diagnosticadas por detecção confirmada do vírus SARS-CoV-2 com detecção de ácido ribonucleico (RNA) em swabs nasofaríngeos.

No período do estudo, 260 crianças foram internadas no Hospital Infantil de Wuhan;
Foram incluídas oito crianças classificadas como graves e 35 classificadas como não graves;
A idade média dos casos graves foi de 5,06 anos (IQR 0,97–13,83). Seis deles eram meninos (75,0%);
Entre os oito casos graves, duas crianças apresentavam comorbidade (25,0%);
Um menino de oito anos apresentava leucemia linfoblástica aguda em remissão;
Um menino de 15 anos era obeso, com índice de massa corporal (IMC) de 33,1;
A presença de comorbidades não foi um risco para desenvolver um quadro mais grave. As comorbidades foram encontradas em oito crianças do grupo não grave (22,9%) e a probabilidade de doenças subjacentes coexistentes não foi diferente entre os dois grupos (P = 1,00);
Nos casos com pneumonia grave causada por Covid-19, os sintomas mais comuns foram dispneia (87,5%), febre (62,5%) e tosse (62,5%). Três casos graves (37,5%) desenvolveram sintomas do trato digestivo, incluindo vômitos e diarreia;
Todas as crianças graves receberam oxigenoterapia. Cinco delas (13,5%) foram submetidas à ventilação mecânica não invasiva. Três (8,1%) necessitaram de intubação endotraqueal e ventilação mecânica invasiva sob hipóxia progressiva;
No grupo não grave, 31 (88,6%) apresentaram febre, 31 (88,6%) apresentaram tosse e 8 (22,9%) tiveram diarreia após exposição aos familiares infectados;
Nenhuma das crianças do grupo não grave recebeu oxigenoterapia;
A leucometria foi significativamente maior em crianças graves do que em crianças não graves;
Níveis de biomarcadores inflamatórios na admissão, como PCR ultrassensível (high-sensitivity C-reactive protein – hs-CRP), interleucina 6 (IL-6), interleucina 10 (IL-10) e D-dímero, eram aumentados em crianças graves em comparação com crianças não graves;
Os níveis de bilirrubina total e de ácido úrico na admissão foram nitidamente mais elevados em crianças graves em comparação com crianças não graves;
Todas as crianças graves apresentaram lesões na tomografia computadorizada (TC) de tórax. Mais segmentos pulmonares estavam envolvidos em crianças graves do que em crianças não graves, o que foi um fator de risco associado à pneumonia grave por Covid-19 em uma análise multivariável;
A duração média da doença dos casos graves, desde o início dos sintomas foi de 3,00 (1,00 a 6,75) dias;
O tempo médio de internação foi de 13,50 dias [intervalo interquartílico (IIQ) 12.00–17.30] em crianças graves, maior que a média de internação de 11,00 dias (IIQ 10.00–16.00) para crianças não graves;
O tempo médio para os testes de RNA se tornarem negativos foi de 10,50 (6,75 a 13,75) dias em crianças graves, sendo significativamente maior do que em crianças não graves [7,10 dias (IQR 4,00–11,50)];
A maioria das crianças graves se recuperou. Um paciente evoluiu para óbito.

Conclusões
A limitação do estudo é seu pequeno número de amostra. No entanto, os dados já são muito abrangentes, por terem sido realizados no único hospital designado para crianças Covid-19. Com esse estudo, os pesquisadores puderam identificar alguns fatores que podem estar associados à gravidade em crianças infectadas com SARS-CoV-2:

As lesões em três segmentos vistas nas TC indicam a gravidade do dano pulmonar, que é o maior risco para o agravamento da Covid-19 em crianças;
O aumento de IL-6 foi associado à gravidade, correspondendo a resposta imune superativada ao SARS-CoV-2;
Disfunção hepatobiliar e da coagulação intravascular podem sugerir disfunção de múltiplos órgãos.
Quer receber as principais novidades e os números sobre a pandemia de Covid-19? Inscreva-se e receba nossa news diária!

Autora: Roberta Esteves Vieira de Castro
Graduada em Medicina pela Faculdade de Medicina de Valença. Residência médica em Pediatria pelo Hospital Federal Cardoso Fontes. Residência médica em Medicina Intensiva Pediátrica pelo Hospital dos Servidores do Estado do Rio de Janeiro. Mestra em Saúde Materno-Infantil pela Universidade Federal Fluminense (Linha de Pesquisa: Saúde da Criança e do Adolescente). Doutora em Medicina pela Universidade do Estado do Rio de Janeiro (UERJ). Pós-graduanda em neurointensivismo pelo Instituto D’Or de Pesquisa e Ensino (IDOR). Consultora científica (Medical Science Liaison) na Mundipharma. Médica da Unidade de Terapia Intensiva Pediátrica (UTIP) do Hospital Universitário Pedro Ernesto (HUPE) da UERJ. Membro da Rede Brasileira de Pesquisa em Pediatria do IDOR no Rio de Janeiro. Acompanhou as UTI Pediátrica e Cardíaca do Hospital for Sick Children (Sick Kids) em Toronto, Canadá, supervisionada pelo Dr. Peter Cox. Membro da Sociedade Brasileira de Pediatria (SBP) e da Associação de Medicina Intensiva Brasileira (AMIB). Membro do comitê de sedação, analgesia e delirium da AMIB. Membro do comitê de filiação da American Delirium Society (ADS). Coordenadora e cofundadora do Latin American Delirium Special Interest Group (LADIG). Membro de apoio da Society for Pediatric Sedation (SPS).

Referência bibliográfica:
WANG, Yanli et al. The Risk of Children Hospitalized With Severe COVID-19 in Wuhan, The Pediatric Infectious Disease Journal, 2020 doi: 10.1097/INF.0000000000002739

Fonte: https://pebmed.com.br/

Venda e Aluguel de Produtos Médicos, Hospitalares, Fisioterapêuticos e Odontologia, é na Companhia do Médico, clique aqui e confira nossos produtos e serviços.